Raio Verde

Dezembro 29 2011

Sexta feira dia 23 de Dezembro, Castelo Branco

 

Um cliente, tendo-se previamente informado dos horários,  compra um bilhete para um autocarro Castelo Branco Coimbra numa loja com esses terminais de venda.

 

Chega à hora, e o autocarro(por sinal o último) não existe!!!!!!!!!!

 

Irritado e fulo, sai disparado, e volta a entrar, mais calmo, para pedir outras informações.

 

com muita sorte arranja uma boleia de quem ainda não tinha saído da cidade.

 

Enquanto espera pela boleia, vai a um café, vê um placard com uns comes. Pede uma sandes mista(não havia de tudo o resto que estava lá escrito), mas depois repara que pode ser tosta...

 

"Pode-me tostar a sandes?"

 

" Não! Que isto demora muito tempo a aquecer"

 

Entretanto, entra uma pessoa conhecida  e o cliente defraudado conta a história do autocarro. 

Eis senão que esta pessoa conhecida conta que uma amiga de Guimarães já comprou bilhetes para Guimarães e que depois chegado ao Porto(onde deveria trocar de autocarro), já não havia a ligação para Guimarães. Não houve atraso. simplesmente não havia.

Gato escaldado de água fria tem medo, e da vez seguinte, tratou de perguntar se tinham a certeza que existia esse autocarro. Resposta afirmativa.

 

Chegou ao Porto, a mesma coisa.

 

Porto que, por sua vez, tem a estação de autocarros mais estrambólica que já vi. uma confusão de autocarros e pessoas, num espaço exíguo, sem indicação electrónica e o altifalante não se percebe. Resultado: confusão generalizada e ansiedade(quase pior que a espera da nota de um exame) sempre que se vai apanhar um autocarro.

 

 

publicado por raioverde às 19:00

Dezembro 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9

12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
31


mais sobre mim